sábado, 7 de abril de 2012

Não se engane!


"Nem sempre que você me vê sorrindo, estou verdadeiramente feliz. Não é porquê sempre estou na rua, em festas, em bares, maquiada, roupa curta e salto alto que virei uma devassa. Não é porquê você sempre me vê acompanhada, que eu esteje de caso com alguém. Não me julgue pelo o que você vê, pelo o que você acha. 
Eu aprendi aos trancos que não importa o quão triste eu esteja por dentro, por fora eu devo sempre aparentar felicidade. Eu deixo o meu peito chorar, aqui quietinho, dentro de mim, e saio por aí pra distrair a cabeça. A maquiagem disfarça os olhos inxados, cansados. A roupa curta só demonstra o quão insegura eu sou. O salto alto compensa o desequilíbrio do coração. Os acompanhantes são amigos que me entendem, sabem a loucura que se passa aqui dentro e me levam para ser feliz, nem que seja um pouco, nem que depois eu volte mais triste do que quando eu fui, com o vazio no peito ainda maior, sentindo a falta de alguém. Alguém que des-conheço. É um ciclo vicioso.
Você me julga pelo o que vê, mas não se interessa em saber o que eu sinto. Nos últimos meses a vida usou algumas pessoas para me ensinar algumas coisas. Sofrimento é igual à aprendizado. Aquela menina doce, ingênua e boba continua aqui, quietinha dentro de mim, é ela quem chora calada. Mas aprendi que se eu quizer ser feliz, eu tenho que proteger ela. Então eu visto minha armadura e saio por aí. E quem me vê, não vê mais ela. Melhor assim, evito decepções. Quem sabe um dia, alguém desperte ela novamente."


Me encontro nessas palavras que compõem o texto a seguir. Esse texto não é de minha autoria, mas sim da linda Amanda Sanches do blog O amor há de vencer. Adoro esse blog e vale a pena conhece-lo! 
Obrigado por me deixar posta-lo aqui ^^


26 comentários:

  1. nossa que lindo, e me identifiquei muito com o texto. bjs bjs http://virersemlimites.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Moni... Lindo o texto da sua amiga, realmente precisamos de "armaduras", hoje eu tô vestindo uma, bem firme, pois tb me encontro chorando por dentro.
    Mas é Páscoa, é uma data para buscarmos algo maior do que isso, não é...!?
    Vamos em frente!!!!

    Um bjo doce!! E fica c/ Deus!! ^^

    ResponderExcluir
  3. Amei muito esse texto, ele é tão cheio de sentimentos e ate tem haver comigo, queria eu ter essa capacidade de expor assim meus sentimentos. beijos.
    www.blogdicasdadan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Mas as vezes, é melhor dar uma maquiada, a demostrar o que nos vai na alma,

    Nem seria perder a autenticidade, seria não ser autêntico demais,


    bjkas

    ResponderExcluir
  5. Oi linda...amei seu blog e já estou seguindo :)
    Amei o texto, me identifiquei muito com ele.
    Estou começando com meu blog agora e gostaria muito que vc me dese uma forcinha lá...www.esmaltesdadeiia.blogsport.com

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga, bela escolha, um conto intenso de sentimentos e movido a ações, gosto deste tipo de leituram tenho a predileção por contos em q sinto-me viajando, tentando interpretar cada movimento e imaginar o passo seguinte, como apoetiza disse q encontra-se neste momento, espero q sua poesia venha a florir com algo novo e mais alegrinho, masi feliz, pra vc menina poetiza bjos, bjos e bjossssssss

    ResponderExcluir
  7. Magina linda, obrigada eu, ter um texto meu aqui em seu blog *-*
    bjs:*

    ResponderExcluir
  8. Amei o texto, você teve muito bom gosto em postá-lo. Realmente são situações e pessoas que conseguem "entender" a loucura que se passa aqui dentro. It's a real! Enfim, amei florzinha *_*
    Volte sempre, grandes beijos <3

    ResponderExcluir
  9. Adorei o texto. E seu blog é ótimo, parabéns. To seguindo, viu? haha
    beijoos

    http://verbosdiversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Amanda escreve muito bem, bom ler textos dela também aqui..

    Dois enormes beijos para as duas! hahahaha

    ResponderExcluir
  11. É verdade, as vezes sabemos muito bem como fingir estar sentindo algo, e ninguém percebe, as vezes de onde mais esperamos compreensão é de onde menos temos! Ninguém esta em busca de compreender o outro, está em busca apenas de julgar, e criticar o outro, sem ao menos conhecer seus motivos.Lindo texto!

    ResponderExcluir
  12. As meninas desse blog escrevem muito, amo os textos e também me identifico com alguns.
    E é isso mesmo, às vezes as feridas nos obrigam a usar máscaras para mostrar que está tudo bem, que não estamos vulneráveis.
    Adorei a escolha, flor.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. As vezes com o coração latejando e sangrando por dentro, mas um sorriso no rosto pra não preocupar ninguém, muito verdadeiro teu texto flor.

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. OI saudades desta menina poetiza, voltei li e reli vc com carinho e carinhosamente novamente me fez muito bem ler vc, vai lá em casa um pouquinho e deixe seu doce aroma, receba bjos, bjos e bjosssssssssssssss

    ResponderExcluir
  15. Estou a participar num concurso de escrita ,ajuda-me a ganhar,clica gosto nesta página: http://www.facebook.com/pages/O-primeiro-passo-para-a-concretiza%C3%A7%C3%A3o-de-um-sonho/264167150294532
    e para votar clica gosto neste link onde se encontra o meu texto: http://www.facebook.com/photo.php?fbid=382896348421611&set=a.382786995099213.91159.264167150294532&type=3&theater

    Atenciosamente

    ResponderExcluir
  16. Saudades de vc, doce Moni!!

    ^^

    Bjs e uma boa semana...

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bom?
    Faz tempo que não passo por aqui, tava com saudades.
    E senti sua falta também lá no blog.
    Que texto lindo guria, adorei viu.
    Pena que hoje em dia somos julgadas logo de cara.
    Território das garotas
    @territoriodg
    Bjss *-*
    Passa lá no blog?
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Nossa que verdadeiro esse texto! Também me encontrei nessas palavras >.<

    http://help-adolecentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Fiquei emocionada com o texto.
    Parabens .
    Abraços
    vera portella

    ResponderExcluir
  20. Muito legal seu texto, menina... mas..., se estiver falando sério; tome cuidado! Essa garota que você está inventando, pode tomar vida própria e matar seu verdadeiro "eu", ou pior, pode reprimi-lo dentro de você. Desculpe estar dizendo isso, é que sei bem como é. Gostaria de convidá-la a visitar meu blog, onde posto minhas poesias, se você gostar, ficarei muito feliz em tê-la como seguidora. Abraços do amigo Bicho do Mato.

    ResponderExcluir
  21. Realmente muitas de nós nos identificamos nessas palavras, lindo!!!
    Convido a conhecer meu blog, espero que gostem!!!

    http://nkpassadopresente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir