segunda-feira, 2 de abril de 2012

Disse adeus ou quase isso

Imagem: Weheartit

"Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o mesmo arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente"
[Martha Medeiros]   

   Pés descalços e gelados, mãos tremendo,  o vento se agitava contra mim e eu nada sentia. Andava sem um destino certo, caminhava sem vontade.
   Era a segunda vez que cometia o mesmo erro e repetia a mesma sequência. A vida nunca foi fácil ou gentil, contudo eu não podia reclamar, pois tinha as melhores pessoas por perto. Você foi apenas mais uma pessoa dessas pessoas maravilhosas que entrou de repente em um dia qualquer e ganhou todo o espaço que eu tinha para oferecer. Como em um passe de mágica eu recebi o presente, a peça que faltava no quebra cabeça da minha vida.
  Se isso fosse em um conto de fadas você, com certeza, teria sido o príncipe mais lindo e super protetor que a historia já teve, se fosse um conto de fadas eu teria feito tudo diferente para dar um final feliz e deixar tudo perfeito. Mas nada disso é um conto de fadas!
   Muito pelo contrario, isso é mais real do que qualquer outra coisa.
   Recebi o sentimento mais belo e não o entendi, queria explicação para as minhas perguntas e achei que nunca perderia você com sua compreensão tão majestosa! Errei! Foi exatamente esse o erro!
   A vida não é construída de explicações bonitas e totalmente satisfatórias, e sim de momentos bem vividos, de sentimentos intensos, chances e oportunidades, escolhas e cada vez mais intensidade!
   Quando se é jovem os erros são leves, sempre ouvimos que temos tempo para aprender com os erros e quem sabe até concerta-los e a cada vez que o tempo passa mais um pouco todos os erros ficam mais pesados e nossas escolhas pesam a cada dia nos seguindo para todos os cantos. 
   Sempre entendi bem essa teoria, porém ela nunca havia me ocorrido! Eu errei a primeira vez e sem ação esperei para ver o que acontecia depois, tive seus abraços em volta de mim e não soube me desculpar pelos erros, tive seus olhos magníficos e curiosos sob mim e deixei-os ir, tive milhões de chances de fazer o certo e não entendi o que deveria ter feito! 
Consequentemente errei outra vez achando que não era de mais, dormi feliz e não te achei quando acordei. Aquela foi a ultima noite que vi seus olhos em mim com um sorriso que antes era só meu!
  Ando agora nessas ruas frias, sem animo de calçar os sapatos e aprendi a gostar da sensação de não conhecer tudo completamente ou de saber os está para acontecer e vejo que tudo faz  mais sentido desse jeito! Não era necessário nada do que eu achei que fosse, apenas você era necessário!  
  Por isso me despeso, digo adeus a esse pedaço de mim que agora se foi, aceito os erros, uma vez que eles compõem a pessoa que sou e serei.
Eu disse adeus quando não estava pronta para dizer e pago por cada letra dessa palavra que mencionei sem entender o real significado.
Eu disse adeus ou quase isso, pois a vida é imprevisível e não sei o que me espera ao final dessa rua que ainda percorro tão lentamente.


12 comentários:

  1. "Eu disse adeus ou quase isso, pois a vida é imprevisível e não sei o que me espera ao final dessa rua que ainda percorro tão lentamente."

    Só Deus sabe, por isso continuo caminhando, ainda que sem forças.

    Fico muitíssimo feliz em saber gostou do meu texto flor, fico mto feliz mesmo. E é claro que vc pode sim postar aqui o meu texto.
    Muito obrigada *-*
    bjs:*

    ResponderExcluir
  2. Oi Moni,
    Em primeiro lugar gostaria de falar que adorei sua visita em meu espaço. Gostei muito mesmo! E que, também estou te seguindo.

    As vezes, dissemos adeus sem querer ir embora, de fato.
    É complicado ter que viver com a distância, contudo, precisamos dela para saber o valor que determinadas coisas têm em nossa vida. Nada nessa vida é para sempre, temos que viver entre encontros e várias despedidas, mas nunca devemos esquecer de sorrir, pois é nosso maior tesouro!

    Um grande beijo,
    Pedro.

    ResponderExcluir
  3. aaah fiquei só suspirando lendo esse texto, mais uma vez me identificando e ficando sem palavras nos comentários ! *-*

    http://help-adolecentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Poxa, muito forte esse texto seu, flor. Realmente, precisamos ter cuidado com os ''adeus'' que damos, porque nem sempre as coisas saem como planejado. As pessoas amam, mas ninguém gosta de sofrer, de perecer em uma relação incerta.
    Você disse muito nesse texto. Muito do que muitas pessoas precisam entender, inclusive eu.
    Um beijo grande e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  5. Um belo texto, leve, descontraído, vc deixa transparecer um lado romantico, gostoso de ler e ir aos poucos interpretando, vivendo cada momento. Adorei sua visita e achei interessante sua idéia, quem sb a gente escreve um conto a quatro mãos? Talvez eu não seja tão leve, tão macio igual a vc, mas acho ótima idéia, envia um começo para:wcastanheira@hotmail.com e vamos viajar na delicia do faz de conta, viu? Pra vc bela poetiza bjos, bjos e bjosssssss

    ResponderExcluir
  6. Hola, concisas y precisas letras desnudan a golpe de talento la germinal belleza de este blog, si te va la palabra elegida, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com.es/
    gracias, buen día, besos de agua..

    ResponderExcluir
  7. é com erros e acertos que a vida segue e só nos resta aprender com o que ela oferece. bjs bjs.
    http://virersemlimites.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Tem pessoas que nos invadem, nos "roubam" ou nos completam.. Sensível e belo seu texto..

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Boa noite!
    Desejar uma Feliz Páscoa!
    Beijos
    (voltarei com mais vagar, para ler)

    ResponderExcluir
  10. Oi, Moni...

    Olha, na qualidade de admiradora e amiga, fiquei aqui me perguntando de onde e por quais motivos exatamente vc retirou cada frase do post...

    Mexeu comigo, e muito. Não sei se é baseado em fatos reais ou não (eu escrevo sobre mim, mas não sempre), enfim... Mas só posso te dizer: Fique bem!!!


    "... tive milhões de chances de fazer o certo e não entendi o que deveria ter feito!" Não sei o que vc chamou de CERTO, sou bastante sensitiva e posso te falar que qdo a gente ama, às vezes tudo o que a gente faz e acha errado pode ser certo e vice-versa.

    É maluco mesmo... mas p/ resumir: Vc demonstra ser uma garota maravilhosa, não se culpe pelo que aparentemente não deu certo. Um relacionamento depende de duas pessoas, duas partes vivendo e convivendo, compartilhando, dando as mãos, renunciando e se ajudando...

    É isso. Lembre-se: Vc é uma pessoa especial!!!
    E o amor vai chegar, com motivo ou sem motivo...
    E eu espero que c/ um príncipe de verdade.

    Bjs e uma Feliz Páscoa, doce amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Mara,
      Fiquei imensamente feliz ao ver o quanto você se preocupa comigo! É incrível como uma amizade tão linda nasceu através de nossos textos! Obrigada pelo seu carinho. você é muito especial para mim também!
      Eu realmente escrevi sobre mim nesse texto, mas estou bem quis apenas compartilhar o momento!
      Você é Maravilhosa!
      Um beijo enorme!

      Obrigada a todos que comentaram! A participação de cada um é muito importante!
      Boa Páscoa a todos!

      Excluir